CURTA CINEMATECA | Até 26 de Setembro

A Cinemateca Brasileira dá seguimento ao projeto (iniciado em 2004) de exibição permanente para o curta-metragem brasileiro em sessões gratuitas todas as terças-feiras às 18h00. Em agosto e setembro será apresentado um panorama de curtas-metragens que aborda o tema da diversidade sexual. A programação inclui diversas formas narrativas e gêneros cinematográficos que põem em xeque as convenções sexuais, procurando alargar os limites e expandir horizontes nessa questão. Os filmes discutem a afirmação da identidade, a violência, o preconceito e a reinvenção de si mesmo. A criatividade dos realizadores brasileiros fica patente na seleção dos filmes. Com esta mostra, a Cinemateca Brasileira pretende contribuir para o arrefecimento do preconceito e da falta de informação sobre a diversidade sexual.

Sala Cinemateca. Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana.
Mais informações pelos telefones: 5084-2177 (ramal 210) ou 5081-2954

Curta Cinemateca • Até 26/9

A Cinemateca Brasileira dá seguimento ao projeto (iniciado em 2004) de exibição permanente para o curta-metragem brasileiro em sessões gratuitas todas as terças-feiras às 18h00. Em agosto e setembro será apresentado um panorama de curtas-metragens que aborda o tema da diversidade sexual. A programação inclui diversas formas narrativas e gêneros cinematográficos que põem em xeque as convenções sexuais, procurando alargar os limites e expandir horizontes nessa questão. Os filmes discutem a afirmação da identidade, a violência, o preconceito e a reinvenção de si mesmo. A criatividade dos realizadores brasileiros fica patente na seleção dos filmes. Com esta mostra, a Cinemateca Brasileira pretende contribuir para o arrefecimento do preconceito e da falta de informação sobre a diversidade sexual.

Sala Cinemateca. Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana.
Mais informações pelos telefones: 5084-2177 (ramal 210) ou 5081-2954.

Para ver a programação, clique para ver o restante do post>

dia 15/08 (terça-feira) – Programa 1

18h00

Prohibidu’s
O vestido dourado
Ópera curta
Paola

dia 22/08 (terça-feira) – Programa 2

18h00

Verdade ou conseqüência
Se você é o cara que flertava comigo no ponto do ônibus…
Capítulo primeiro
O diário aberto de R.

dia 29/08 (terça-feira) – Programa 3

18h00

Profissão travesti
Dama da noite

dia 05/09 (terça-feira) – Programa 4

18h00

Meninas
Entre trilhos
Textículos de Mary e outras histórias
Sexo e claustro

dia 12/09 (terça-feira) – Programa 5

18h00

Batiman e Robin
A vida íntima de Cícero e Clóvis
Um clássico, dois em casa, nenhum jogo fora

dia 19/09 (terça-feira) – Programa 6

18h00

Mamãe parabólica
Rasgue minha roupa
Nervos de aço
As aventuras da Mona

dia 26/09 (terça-feira) – Programa 7

18h00

Em nome do pai
Gato pardo
Sargento Garcia
Vox populi

Fichas técnicas e sinopses:

As aventuras da Mona, de Daniel Ribeiro e Eduardo Mattos
2003, vídeo, cor, 12’
Sinopse: Na lotação, as práticas libidinosas da Mona provocam uma orgia pansexual num ônibus coletivo. Já no banheirão, a Mona utiliza seu charme irresistível e seus pozinhos mágicos para deixar todos os freqüentadores de um banheiro público muito mais felizes.

Batiman e Robim, de Ivo Branco
1992, 35mm, cor, 25’
Sinopse: Um delírio suburbano de dois quase marginais.

Capítulo primeiro, de Roberto Maxwell
2005, 16mm, pb, 20’
Sinopse: Mexendo nas coisas de Pedro, Lúcia descobre uma carta de amor. Nada seria estranho se a carta não estivesse assinada por outro rapaz. Evangélica, Lúcia busca na religião uma forma de conduzir Pedro para o caminho que acha correto. Mas, ele já havia feito a sua opção.

Um clássico, dois em casa, nenhum jogo fora, de Djalma Limongi Batista
1968, 16mm, pb, 21’
Um rapaz desempregado acorda tarde e perambula pelas ruas da cidade.

Dama da noite, de Mário Diamante
1999, 35mm, cor, 15’
Sinopse: Ambientado em uma festa na qual a iconoclasta Pin Up apresenta uma performance misturando em doses desequilibradas consciência política e extravagância poética.
Baseado no conto homônimo de Caio Fernando Abreu.

O diário aberto de R., de Caetano Gotardo
2005, 35mm, cor, 14’
Sinopse: Rafael dorme. Rafael espera. Rafael abraça. Rafael deita. Rafael chora.

Em nome do pai, de Júlio Pessoa
2002, 16mm, cor, 17’
Sinopse: Uma história de amor banal, uma família comum. Pai, mãe, filhos e um cão. E as perversões ocultas.

Entre trilhos, de Eloísa Fusco
2003, 16mm, cor, 5’
Sinopse: No passado, duas meninas resolvem fugir.

Gato pardo, de Felipe Berlim
2001, vídeo, cor, 7’
Sinopse: Um garoto de programa encontra um de seus clientes na rua. Eles cruzam com uma gangue de skinheads. Daí por diante tudo pode acontecer…

Mamãe parabólica, de Ricardo Favilla
1989, 35mm, cor, 15’
Sinopse: Comédia na qual Laura de Vison interpreta uma madame, sua filha debilóide e um professor.

Meninas, de Paula Alves
1997, 16mm, cor, 17’
Sinopses: Duas amigas sofrem com a opressão e o preconceito em uma típica cidade interiorana brasileira – até que uma delas resolve se mudar.

Nervos de aço, de Ed Andrade
2001, 16mm, pb, 20’
Sinopse: Parodiando o gênero policial e o filme “noir”, o curta narra as aventuras do detetive Peixoto em busca do “bofe fatalle” Sebastian. As investigações levam o detetive a descobrir novas facetas de sua própria sexualidade.

Ópera curta, de Marcelo Laffitte
2004, 35mm, cor, 12’
Sinopse: Rio de Janeiro, Parada Gay, três personagens se encontram na multidão. O que elas buscam?

Paola, de Eduardo Chaves de Oliveira
2004, vídeo, cor, 18’
Sinopse: O cotidiano de Paola, um travesti que vive em um lugarejo de 1800 habitantes no interior da Paraíba.

Profissão travesti, de Olívio Tavares de Araújo
1982, 16/35mm, cor, 40’
Sinopse: Uma incursão corajosa na intimidade dos travestis de São Paulo. Em depoimentos contundentes e dolorosos, o filme registra a complexa composição psicológica da personalidade dos travestis e investiga o mundo real em que estão mergulhados.

Prohibidu’s, de Júlio Pessoa
2000, 16mm, cor, 7’
Sinopse: Ao se preparar para um show na Boate Prohibidu’s, Gigi pensa na sua vida, no seu caso recentemente desfeito com um militar e resolve tomar uma decisão.

Rasgue minha roupa, de Lufe Steffen
2002, vídeo, cor, 11’
Sinopse: As aventuras do Bofe na Coleira, uma criatura enigmática perdida na selva de pedra da cidade grande, sempre perseguido por personagens bizarras. Uma homenagem a Andy Warhol e Paul Morrissey.

Sargento Garcia, de Tutti Gregianin
2000, 35mm, cor, 16’
Sinopse: O encontro de um jovem e um sargento na década de 70. Baseado no conto homônimo de Caio Fernando Abreu.

Se você é o cara que flertava comigo no ponto de ônibus… de Thiago Alcântara
2005, vídeo, cor, 10’
Sinopse: Se você é o cara que flertava comigo no ponto de ônibus, veja esse filme.

Sexo e claustro, de Cláudia Priscilla
2005, 35mm, cor, 12’
Sinopse: Uma ex-freira, que assumiu sua homossexualidade, fala sobre seus sentimentos a respeito de sexo e religião. Documentário feito na cidade do México.

Textículos de Mary e outras histórias, de Flávia da Rosa Borges
2005, vídeo, cor, 24’
Sinopse: Trajetória da ousada banda Textículos de Mary, que teve a coragem de assumir uma postura homossexual em cima dos palcos.

Verdade ou conseqüência, de Aleques Eiterer
2002, 16mm, cor, 13’
Sinopse: As verdades e as conseqüências dos atos de cinco amigos.

O vestido dourado, de Aleques Eiterer
2000, 16mm, cor, 19’
Sinopse: Garoto sonha em ganhar um concurso vestido de dourado.

A vida íntima de Cícero e Clóvis, de Thiago Villas Boas
2002, 16mm, cor, 5’
Sinopse: Dois peixes num aquário. Dois amigos num quarto. Um jogo de futebol. Hummm…

Vox populi, de Marcelo Laffitte
1997, 35mm, cor, 19’
Sinopse: Um médico de uma pequena cidade vai a julgamento pelo assassinato de sua mulher e seu amante.

Anúncios

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s