CLARICE LISPECTOR: A HORA DA ESTRELA | ATÉ 02 DE SETEMBRO

A mostra CLARICE LISPECTOR: A HORA DA ESTRELA está no Museu da Língua Portuguesa desde o dia 24 de Abril e vai até o dia 02 de Setembro. Abaixo, alguns fragmentos dos textos presentes do folder da mostra, só para vocês ficarem com mais vontade de ir até lá conferir.

Aventura da Palavra

Curadores: Ferreira Gullar e Julia Peregrino

Trinta anos depois de sua morte, Clarice Lispector continua a ocupar um lugar único na literatura brasileira, marcando gerações de leitores e novos escritores. Ainda hoje, a leitura da sua obra — desde o seu livro de estréia, Perto do Coração Selvagem, até o póstumo A Descoberta do Mundo, revela uma autora capaz de iluminar, intrigar, comover e surpreender o leitor.

Clarice nos revela. Seus livros oferecem um mergulho no indivíduo — o ser particular, diferente de todos os outros, perdido na massa informe que chamamos de sociedade. Um olhar arguto e sem condescendência, mas carregado de afeto, sobre nossas mazelas, contradições, medos e gestos de amor e grandeza. Em um mundo marcado pela crise de instituições e sistemas de pensamento, a obra de Clarice é cada vez mais relevante.

Prova desta sua atualidade é o fato de que seus livros, contos e crônicas continuam a ser estudados em escolas e universidades e recriados por cineastas e diretores de teatro. Mesmo assim, Clarice ainda é conhecida como uma autora “difícil”, para poucos. Sem dúvida, muitas de suas obras propõem ao leitor um desafio. Os que o aceitam são premiados com beleza, inteligência e com o próprio prazer de desbravar um território desconhecido.

“Sempre tive um profundo senso de aventura, e a palavra profundo aí querendo dizer inerente. Este senso de aventura é o que me dá o que tenho de aproximação mais isenta e real em relação a viver e, de cambulhada, a escrever”, escreveu a escritora em uma crônica. Esperamos que esta exposição incentive novos leitores a se aventurar pelas obras de Clarice.

Como não poderia deixar de ser, o eixo da mostra é a palavra da escritora. Suas frases atordoantes, relâmpagos que subitamente iluminam aspectos da vida, se casam a fotografias que documentam a trajetória desta brasileira nascida na Ucrânia. Cartas, notas, manuscritos, recortes e documentos da sua vida profissional e pessoal foram emprestados pela Fundação Casa de Rui Barbosa para dar ao visitante a chance rara de conhecer originais normalmente acessíveis apenas a pesquisadores.

Com uma ambientação intimista, a mostra pretende oferecer aos leitores uma chance de reencontrar a escritora. Não houve a preocupação de explicar sua obra ou suas influências. “Não se perde por não entender”, ensinou ela, em A Descoberta do Mundo. Sonhamos provocar um sorriso encantado atônito daquele que lê contos como A Legião Estrangeira ou A Imitação da Rosa.

Clarice Lispector — A Hora da Estrela” celebra uma artista que nos inspira a romper  o que chamava de “pacto de mediocridade com a vida”. Lê-la não é apenas enriquecedor: é necessário.

José Serra, governador de São Paulo, também se pronunciou a respeito da mostra:

 “Com o perdão da palavra, sou um mistério para mim”, reconheceu Clarice um dia. Mistério ao qual, em A Paixão segundo G.H., ela mesma deu as chaves para que fosse desvendado, afirmando que a “explicação do enigma é a repetição do enigma”. Em certo sentido, esta é a missão a que se propõe o Museu da Língua Portuguesa, com a mostra Clarice Lispector: A Hora da Estrela”.

Por sua concepção moderna e interativa, este Museu, que se consagrou como um dos espaços culturais preferidos dos paulistas, nos possibilita, agora, conhecer melhor as raízes e os caminhos de um patrimônio vivo e enriquecido a cada dia: a nossa língua. A ela dedicou-se Clarice Lispector; a ela deu uma contribuição notável. Daí a grande emoção de reencontrar aqui os seus textos, a sua imagem, os seus mistérios.”

Anúncios

2 Comments

  1. O livro a hora da estrela de clarice lispecto e uma obra facinante , porém não
    conseguir entender muito bem o fim ,agora e tempo de morango.
    Será que ela quis dizer que ,aparti daquele momento começaria uma vida nova?

    Curtir

    Responder

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s