MUSEU DA SOLIDARIEDADE SALVADOR ALLENDE | ESTÉTICAS, SONHOS E UTOPIAS DOS ARTISTAS DO MUNDO PELA LIBERDADE | até 11 de julho

Centro Cultural Fiesp | Galeria de Arte

Aberta também às segundas-feiras.

A exposição inédita com curadoria de Emanoel Araújo, reúne cerca de 130 das 2 mil obras do acervo do Museu da Solidariedade Salvador Allende, de Santiago, Chile. A exposição chega ao Brasil com caráter de ineditismo, pois será a primeira vez que a coleção é exibida fora do seu País.

Ligia Clark

“O objetivo da exposição é exibir uma coleção de arte que se formou de maneira singular e, também, mostrar a produção de vanguarda dos anos 1960 da Europa, Estados Unidos e Brasil”, adianta o curador Emanoel Araújo, diretor do Museu Afro Brasil, em São Paulo – que, desde 2004, está envolvido com a reformulação do Museu da Solidariedade em Santiago.

Miro

A mostra conta com nomes fundamentais da arte moderna presentes em forma de telas, esculturas e cerâmica. Frank Stella, pintor, gravurista e escultor americano, é uma das estrelas juntamente com o também americano Alexander Calder, famoso por seus móbiles.

A Espanha vem representada por Pablo Picasso, pelo pintor abstrato Lucio Muñoz e pelos artistas Juan Antonio Toledo, Rafael Solbes e Manolo Valdés, integrantes da Equipo Crónica. Da Catalunha chegam trabalhos de Joan Miró e de José Balmes, nascido em Barcelona, mas naturalizado chileno. Amigo de Allende e um dos primeiros artistas a doar um quadro para o Museu da Solidariedade, Balmes fundou com os novos compatriotas Gracia Barrios, Alberto Pérez e Eduardo Martínez Bonati o Grupo Signo.

Complementam a mostra representantes da Finlândia (Jorma Hautala); da França (Pierre Soulange); da Inglaterra (William Hayter); de Cuba (René Portacarrero); do Uruguai (Joaquín Torres-García); da Venezuela (Carlos Cruz-Díez); e da Argentina (Julio Le Parc). Além do pintor e escultor húngaro de origem francesa Victor Vasarély. Evidentemente, não poderia faltar o Brasil com a escultora e pintora mineira Lygia Clark; o escultor carioca Sergio Camargo; o pintor paulista Antonio Henrique Amaral; e Frans Krajcberg, artista ecológico polonês, naturalizado brasileiro desde 1957.

Anúncios

3 Comments

  1. Não gostei muito disso
    pois sou uma aluna da 5 série,
    e não achei o que estava procurando (imagem de Romero Brito)
    talvez aqui até tenha mais não tinha o nome de quem havia pintado as imagens…………

    Oi, Bruna!
    Então, você devia estar fazendo uma pesquisa sobre Romero Britto e caiu no meu blog, foi isso que entendi. Se você procurar em search (aqui no blog mesmo) encontrará dois posts com informações das exposições e link para o site dele: http://www.romerobritto.com.br/index2.htm
    Entre lá e veja se acha o que quer. Ok?
    Abraço da Darlene.

    Curtir

    Responder

  2. Oi.Eu e a minha amiga Luiza estavamos na informática sem nada para fazer.
    De repente estavamos pesquisando no google e vimos estas imagens achamos muito legal!
    Thau

    Oi, Beatriz e Luiza!
    Que felicidade a minha em saber disso! Tomara que voltem sempre!
    E sobre as imagens, eu tive a oportunidade de estar presente na exposição. Estava maravilhosa! Até comprei um pôster! Demais! Demais!
    Beijos da Darlene.
    :)

    Curtir

    Responder

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s