TEATRO DE DANÇA EM LUA VERMELHA | 24, 25 e 26 de agosto

Balé de Rio Preto/São José do Rio Preto
“Lua Vermelha – O feminino em expressões e movimento”
Duração: 45 minutos sem intervalo | Faixa etária recomendada: livre

Nos dias 24, 25 e 26, o TD – Teatro Itália/Teatro de Dança – programa da Secretaria de Estado da Cultura, gerenciado pela APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte) – traz ao palco a companhia Balé de Rio Preto com a coreografia “Lua Vermelha – O Feminino em Expressões e Movimento”.
“Lua Vermelha…” é um espetáculo de dança e arte que analisa o ser feminino utilizando a filosofia indiana e uma linguagem contemporânea como premissas para explorar os elementos da feminilidade: descobertas, alegrias, angústias, amores, caos interior e paixões. De modo inquietante e sensível, a dança faz metáfora da vida e, inspirada na dança de Sheeva, a apresentação é dividida em seis partes: prólogo, criação, estacato, caos, êxtase e meditação.
Fundado em 1987, o Balé de Rio Preto já excursiou diversas vezes pelo País, particularmente à região nordeste. E para o exterior foi três vezes: além do Peru, também Argentina e Cuba. A coreografia é de Fábio D’Albert, que também dança, ao lado de André Perosa, Carol Campos, Gisela Zeghini, Natália Gazola, Priscila Cruzziol e Renato Pedroso.
Depois de São Paulo, o grupo rio-pretense viaja para o Rio de Janeiro, em novembro, onde se apresenta no Teatro Coreográfico. E em março de 2008 parte para a Espanha, para apresentações dentro do Festival da Cultura de Zaragoza. “O Balé ficou bastante tempo sem sair. Até porque é difícil sair se você não tem apoio para isso”, diz a diretora geral Creuza Arruda Merlo. Segundo ela, Aldo Valentim, o produtor do grupo, busca agora fechar novas apresentações na Europa. “A França é destino certo, para a Espanha o Balé levará três trabalhos: além de ‘Lua Vermelha’, também ‘Alma Aprisionada’ e ‘Arerê’ (em fase de remontagem). Há um interesse por ‘Arerê’ porque é um espetáculo que tem cara de Brasil”, diz Creuza, a respeito da coreografia que estreou pela primeira vez em 1998.

O público é convidado a perceber, de um plano privilegiado, as peculiaridades do universo feminino. O diálogo entre as personagens alterna-se em diferentes combinações, com narrativa permanentemente aberta, oferecendo possibilidades múltiplas de interpretação. Cada movimento é ambientado por uma temática visual concebida por artistas plásticos, iluminadores e figurinista, com trilha sonora composta especialmente para o espetáculo.

FICHA TÉCNICA

Concepção e Direção Geral – Creuza Arruda | Direção Artística – Rodolfo César |Coreografia – Fábio D’Albert | Direção Cênica, Dramaturgica e Textos – Beta Cunha | Trilha Sonora – Composição e Execução – Humberto Lee | Arranjos Trilha Sonora – Gilberto Gubolin Junior | Assessoria Conceitual – Inês Praxedes e Lílian Cruz | Iluminação – Criação e Execução – Rodolfo César | Figurinos – Fernando Daltin e Carol Campos | Design Gráfico e Fotografia – Evandro Rocha | Manipulação de Flags – Nilton Alves | Contra-Regragem – Wesley Ferreira e Dinho Costa | Coordenação de Produção em SP: Aldo Valentim e Renato Modesto | Assessoria: Cena Jovem Consultoria e Produções Artísticas LTDA | Elenco – André Perosa // Carol Campos // Fábio D’Albert // Gisela Zeghini // Jailson Rodrigues // Natália Gasola // Renato Pedroso // Keila Fernandes | ww.balederiopreto.com.br

Teatro Itália, TD – Teatro de Dança
Secretaria de Estado da Cultura | APAA-Associação Paulista dos Amigos da Arte

Avenida Ipiranga, 344 – Subsolo, Edifício Itália.
01046-010 – São Paulo, SP, Brasil – Metrô República.
E-mail: info.teatrodedanca@apaa.org.br
Telefone da bilheteria: 2189 2555
Capacidade: 278 lugares / Ar-condicionado / Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais / C.C. Visa e Visa-Eletron / Estacionamento R$ 12,00 com manobrista.
Bilheteria, abertura

Vendas para o dia do espetáculo – quarta a sábado: das 14h ás 19h e nos dias de espetáculos até o horário de início.
Ingressos: R$ 10,00 e meia-entrada.
http://www.teatrodedanca.org.br | Vendas online http://www.ingresso.com

– Este post teve a colaboração de Márcia Marques, assessora de imprensa do Canal Aberto.
Anúncios

One Comment

  1. Eu fui um ótimo espetáculo, bailarinos muito bons excelente técnica…

    Ah! Que maravilha! Eu adoro receber este tipo de comentário aqui no blog, mais gratificante que divulgar é perceber que as pessoas estão participando ativamente do cenário cultural paulista.
    Abraço da Darlene.

    Curtir

    Responder

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s