PROJETO VOZ E VIOLÃO — MÚSICA LATINO AMERICANA

Dia 21 de outubro, sexta-feira, às 12h30, acontece a quarta apresentação do Projeto Voz e Violão na Biblioteca Mário de Andrade,com o duo formado pela soprano Adélia Issa e o violonista Edelton Gloeden, dois dos mais destacados intérpretes da música de concerto em nosso país. As canções de Leo Brouwer (Tres Canciones) foram escritas sobre poemas de Federico García-Lorca, e a terceira delas, Balada de um día de Julio, será apresentada em primeira audição mundial, com a presença do compositor, que estará no Brasil nessa data. As canções do uruguaio Alfonso Broqua serão executadas em primeira audição no Brasil. Grátis!

Adélia Issa (Soprano) e Edelton Gloeden (Violão)

O repertório do programa Música Latino-americana  inclui obras para canto e violão e violão solo de alguns dos mais significativos compositores do século XX, tais como o argentino Carlos Guastavino (1912-2000), o uruguaio Alfonso Broqua (1876-1946) os mexicanos Manuel Ponce (1882-1948) e Carlos Chávez (1899-1978), o venezuelano Antonio Lauro (1917-1986), o paraguaio Nicolás Pérez-González (1927-1991) e o cubano Leo Brouwer (1939).

Leo Brouwer

O duo Adélia Issa e Edelton Gloeden apresenta-se em todo o Brasil e exterior há 20 anos. Nesse período, os dois músicos vêm se dedicando intensamente à pesquisa e à divulgação de um repertório originalmente escrito para canto e violão, e também encomendando obras com essa formação a compositores brasileiros contemporâneos.

Adélia Issa – Soprano
Uma das mais importantes cantoras líricas brasileiras, iniciou seus estudos de canto com Herminia Russo em São Paulo, prosseguindo-os na Manhattan School of Music, em Nova York. Participou de cursos de aperfeiçoamento operístico com Nico Castel, na Metropolitan Opera de Nova York e, em música de câmara, trabalhou sob a orientação do renomado pianista Dalton Baldwin.

Apresenta-se regularmente em todo o Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa, em recitais, concertos sinfônicos e em óperas, sob a regência de Isaac Karabtchevsky, Eugene Kohn, John Neschling, Aylton Escobar, Abel Rocha, Osvaldo Colarusso, e vários outros maestros de igual renome. Dentre suas atuações mais importantes destacam-se as óperas Un Ballo in Maschera de Verdi, ao lado do tenor Carlo Bergonzi e Carmen de Bizet, com Plácido Domingo.

Vem desenvolvendo pesquisas e um extenso repertório como intérprete de música de câmara brasileira e internacional, com acompanhamento de piano, violão, e conjuntos instrumentais com diversas formações. Foi solista em primeiras audições mundiais de obras de Camargo Guarnieri, Francisco Mignone, Gilberto Mendes, no Requiem de Cláudio Santoro, com regência do compositor, e também na primeira audição brasileira de Strophen, do polonês K. Penderecki, com regência de Fábio Mechetti.

Tem ministrado cursos e seminários sobre música brasileira e técnica vocal em alguns dos principais festivais de música do país, entre eles o de Campos do Jordão, Maringá, Águas de São Pedro, Ourinhos e João Pessoa, e em universidades e escolas de música em Porto Alegre, Campo Grande, Salvador, Aracaju, Recife e Uberlândia entre outras. Foi orientadora vocal do Coral USP e do Coral Sinfônico da OSESP, entre vários outros.

Adélia Issa gravou em LP as Modinhas Imperiais – recolhidas por Mário de Andrade – para o selo Eldorado, e participou da gravação dos CDs Remeiros do São Francisco, com obras de Ernst Widmer (Paulus), e Missa, interpretando obras do barroco mineiro, com regência de Naomi Munakata.

Edelton Gloeden – Violão
Um dos mais importantes músicos brasileiros da atualidade, o violonista Edelton Gloeden teve entre seus mestres Henrique Pinto, Eduardo Fernandez, Guido Santórsola e Abel Carlevaro. Apresenta-se em recitais solo, com grupos de câmara, e em concertos com orquestra em todo o Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa. Tem se dedicado intensamente ao repertório brasileiro, realizando inúmeras primeiras audições de obras de compositores como Francisco Mignone, Camargo Guarnieri, Cláudio Santoro, Mário Ficarelli, Paulo Costa Lima e Gilberto Mendes.

Edelton Gloeden é Doutor em Artes pela Universidade de São Paulo, onde é professor no Departamento de Música da ECA. É presença constante nos mais importantes festivais de música em todo o Brasil, entre eles os de Campos do Jordão, Brasília, Londrina, Porto Alegre, Ouro Preto, Poços de Caldas, Guaratinguetá e João Pessoa.

De 1994 a 2008, foi o produtor e apresentador do programa Violão em Tempo de Concerto, transmitido semanalmente pela Rádio USP-FM da Universidade de São Paulo, e de séries especiais sobre o repertório violonístico realizadas para a Rádio Cultura FM de São Paulo.

Em sua discografia, destacam-se os CDs Uma Festa Brasileira, com violão e flauta (Paulus), Os Anos 20  (EGTA) e, com o Quarteto Brasileiro de Violões, Encantamento, Essência do Brasil e  Four Bach Suites for Orchestra (Delos International – EUA).

Recebeu, em 2001, uma das mais importantes premiações da música de concerto no Brasil, o Prêmio Carlos Gomes, na categoria Solista Instrumental.

Em 2008 e 2009, foi diretor artístico do Festival Leo Brouwer em São Paulo, com a presença do artista cubano, evento organizado pela USP, SESC e Instituto Cervantes.

O Quê?

Projeto VOZ E VIOLÃO – Música Latino-americana
Adélia Issa (Soprano) e Edelton Gloeden (Violão) 

PROGRAMA:

ALFONSO BROQUA  (Uruguai)  (1876-1946)
Cantos do Paraná (Fernán Silva Valdés)
– Tarde de Verano
– Biti-Bio
– Paraná Guasú
*Primeira audição no Brasil

ANTONIO LAURO (Venezuela) (1917-1986)
Canción
Danza Negra

NICOLÁS PÉREZ-GONZÁLEZ (Paraguai) (1927-1991)
La Cometa (Jorge Enrique Adoum)

MANUEL PONCE (México) (1886-1948)
Por tí mi corazón (Luis G. Urbina)

CARLOS CHÁVEZ (México) (1899-1978)
Tres piezas para guitarra

LEO BROUWER  (Cuba) (1939)
Tres Canções de García-Lorca
– Poema
– Madrigalillo
– Balada de un día de Julio  (Primeira audição mundial)
Pieza sin titulo nº 1

CARLOS GUASTAVINO (Argentina) (1912-2000)
Quatro Canções Populares Argentinas
– Vidala del secadal (León Benarós)
– La Siempre viva (Arturo Vazquez)
– Pueblito, mi pueblo  (Francisco Silva)
– Severa Villafañe (León Benarós)

Quando?

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2011, 12h30.

Quanto?

Grátis!

Lotação do auditório: 170 lugares

Onde?

Biblioteca Municipal Mário de Andrade

Rua da Consolação, 94 – Centro – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3256-5270

Colaboração de Miriam Bemelmans

Anúncios

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s