MOSTRA DE CINEMA E VÍDEO DE DANÇA NA RUA

Cia Carne Agonizante apresenta 2ª Mostra de cinema/ vídeo de dança na rua

hair

Dança de rua? Não, dança na rua. É dessa forma que a Cia Carne Agonizante pretende mostrar, gratuitamente, vídeos de trabalhos importantes de dança no cinema. A segunda sessão da 2ª Mostra de Cinema / Vídeo de Dança na Rua acontece dia 31 de maio de 2014, às 20h, com o filme Hair à Rua Sousa Lima, 300, endereço do Kasulo Espaço de Cultura e Arte, na Barra Funda, São Paulo.

Essa mostra serve para ampliar o convívio entre os moradores do entorno do Kasulo, possibilitando a apreciação da dança, produzida na linguagem do vídeo ou do cinema.

Sandro Borelli, organizador da Mostra e diretor da Cia Carne Agonizante acredita que “a mostra pode contribuir de forma significativa para a popularização da dança, tirando o morador da região da posição única de consumidor de arte mercadológica, aquela feita pela TV”.

HAIR

Hair é um filme norte-americano de 1979 adaptado do musical do mesmo nome encenado no Broadway e criado por James Rado, Gerome Ragni e Galt MacDermot. Dirigido por Milos Forman, com John Savage, Treat Williams e Beverly D’Angelo no elenco, ele conta a história de um jovem do interior dos Estados Unidos convocado para a Guerra do Vietnã, que chega a Nova York para apresentar-se ao exército e encontra e se torna amigo de uma tribo de hippies cabeludos da cidade, adeptos do pacifismo e contra a guerra.

As cenas de dança foram coreografadas por Twyla Tharp e realizadas pelos dançarinos da Twyla Tharp Dance Foundation. O filme estreou mundialmente no Festival de Cannes daquele ano e foi indicado para o Globo de Ouro de Melhor Filme.

Em 2004, “Aquarius”, uma das icônicas canções do musical transportadas para a tela, foi considerada a 33ª melhor canção do cinema americano na lista 100 America’s Greatest Music in the Movie do American Film Institute.

CIA CARNE AGONIZANTE

Companhia de dança independente que desenvolve pesquisas e criações desde 1997 tendo em seu repertório 21 peças coreográficas: “Eu em Ti” (2011), “Produto Perecível Laico” (2011), “Estado independente” (2009), “Artista da Fome” (2008), “Carne santa” (2007), “Kafka in off” (2007), “Carta ao pai” (2006), “Adeus deus” (2005), “Ponto final da última cena” (2004), as duas últimas, montadas originalmente para o Balé da Cidade de São Paulo, e incorporadas ao repertório da companhia em 2010, “Gárgulas” (2004), “O processo” (2003), “Kazulo” (2002), “A metamorfose” (2002), “Versos íntimos” (2002, composta para a Distrito Companhia de Dança e incorporada ao repertório em 2010), “O abutre” (2003), “Jardim de tântalo” (2002/2008), “33 – O eu e o outro” (2001), “Senhor dos anjos” (2001/2009), “Bent – o canto preso” (1999/2008), “Solidão proclamada” (1998), e  “Ifá – se querem gritar para o mundo”(1997).

O desejo de questionar a existência humana, suas contradições e incertezas, nutre o trabalho da Cia. Borelli de Dança, que busca elementos na relação entre violência, prazer, leveza e dor para suas composições. Dentro dessa proposta, produz resultados estéticos em que a certeza é substituída pela recusa de soluções lineares, transformando o gesto e o movimento não em narrativas, mas em signos estruturalmente prisioneiros da ambiguidade.

O percurso da companhia é pautado pela dança-teatro. A teatralidade que o coreógrafo imprime ao trabalho do grupo tem a intenção de gerar e provocar reflexão na plateia e não deixá-la apenas na superfície do entretenimento banal. Os universos de Che Guevara, do poeta Augusto dos Anjos e de Franz Kafka constituem o arcabouço filosófico-intelectual da companhia.

Diversos espetáculos da companhia viajaram pelo Brasil, o que indica repercussão e relevância do trabalho: Festival Viva a Dança em Salvador (2013), Festival de Dança e Teatro Mova-se em Manaus (2010), Festival Internacional de Dança Contemporânea “Mesa Verde” em Porto Alegre (2009), Festival Internacional de Teatro em Belém do Pará (2008), Festival de Dança Contemporânea de Itajaí/SC (2005), Festival Internacional de Londrina (2004),Porto Alegre Em Cena em Porto Alegre (2001), Festival de Teatro de Curitiba (1999), “Brasil com S”, em Nova York (1998), Festival de Dança, Teatro e Música de Buenos Aires, Argentina (1999) e no Festival “Danza Nueva”, no Peru (2002).

O Quê?

MOSTRA DE CINEMA E VÍDEO DE DANÇA NA RUA

Filme: Hair – Duração: 90 minutos.

Quando?

Dia 31 de março de 2014, às 20h

Quanto?

Grátis.

Capacidade: 50 pessoas

Observação: retirada de ingressos com 1 hora de antecedência.

Onde?

Em frente ao Kasulo Espaço de Cultura e Arte

Rua Sousa Lima nº300 – Barra Funda – São Paulo/SP

Colaboração de Márcia Marques, do Canal Aberto.

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s