DESIGN WEEKEND 2017 COM GUTO LACAZ NO MCB

O Museu da Casa Brasileira participa da Design Weekend 2017. A programação inclui visita guiada à exposição ‘design na aviação brasileira’, oficina educativa e lançamentos da Paralela Gift.

Aproveite para visitar outras exposições no MCB:


O QUÊ? QUANDO?

Design Weekend 2017

12 de agosto de 2017, sábado

14h: Visita guiada com Guto Lacaz à exposição ‘design na aviação brasileira’

A exposição apresenta a sólida tradição aeronáutica no Brasil, desde o primeiro balão de ar quente do Padre Bartolomeu de Gusmão (1709), passando pelo pioneirismo inventivo de Alberto Santos Dummont, até as iniciativas que antecederam a consolidação da indústria no Brasil com a Embraer. Fotos, projetos e maquetes se unem a peças em tamanho real de importantes aeronaves da história do País. A visita será guiada pelo criador da exposição, o arquiteto e designer Guto Lacaz.

Visita limitada a 20 pessoas. Necessária inscrição prévia mediante agendamento pelo email agendamento@mcb.org.br. A inscrição é efetuada após recebimento de confirmação por email.

14h30: Oficina Experimentando design

A oficina tem como referência a exposição ‘design na aviação brasileira’. Na atividade, os participantes aprendem a criar brinquedos que divertem e ensinam, como modelos de aviões de papel que possam voar por vários metros, um helicóptero que transporta um poema e um foguete para realizar testes de lançamento.

Oficina limitada a 20 pessoas, mediante agendamento pelo email agendamento@mcb.org.br. A inscrição é efetuada após recebimento de confirmação por email. Indicação etária: a partir de 6 anos; obrigatória presença dos pais ou responsável.

10h às 18h: A Tororó, nova loja do MCB, apresenta lançamentos

A nova loja do Museu da Casa Brasileira, criada pela designer Marisa Ota em parceria com Renato Imbroisi e Eurico Ugaya, apresenta em primeira mão lançamentos da feira Paralela. Entre os artistas participantes estão BK Design, Casa Violeta, Carolina Peraça, Estúdio Iludi, Marcelo Kiokawa, Nao Yuasa, Nara Ota, Ocre e Regina Medeiros.

QUANTO?

Grátis

ONDE?

Museu da Casa Brasileira[MCB]

Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 – São Paulo, SP, Brasil.

Anúncios

MARATONA INFANTIL NO MIS

Olha essa programação imperdível pra criançada nesse final de semana!

maratona-infantil-mis.jpg

O MIS realiza a última edição do ano da Maratona Infantil com uma programação completa e gratuita para crianças e famílias.

Um dos destaques é o Show Badulaque, uma apresentação musical divertida e original com o duo Julia Pittier e Daniel Ayres – integrantes do Palavra Cantada. Apresentando um repertório autoral, os arranjos da dupla são compostos a partir da utilização de instrumentos não convencionais, percussão corporal, sapateado, violão elétrico, piano e efeitos eletroacústicos. As letras das músicas focam na criatividade, na curiosidade e na inteligência da criança. A atração acontece às 12h e também às 16h, no Auditório MIS (172 lugares).

Muito queridos pelo público da Maratona Infantil, os cientistas malucos da Mad Science marcam presença nesta edição com a Oficina Brincando com o Ar. As crianças vão aprender, brincar e se divertir com diversos experimentos malucos que envolvem o elemento ar. De forma lúdica e com as mãos na massa (ou melhor, no ar), os participantes irão perceber que, apesar de não podermos ver ou sentir o seu cheiro, o ar pode ser sentido, está em todo o lugar, ocupa espaço e tem até peso. As crianças verão e farão experiências incríveis, como marshmallows que mudam de tamanho com a força do ar e bolhas de sabão quadradas. A atividade acontece no segundo andar, em quatro horários: 10h30, 12h, 13h30, 15h30.

Oficinas
Diversas oficinas para toda família também merecem destaque, como: Zen Kids – Yoga e meditação; Arte Colaborativa; e Circo. Já na Oficina Apresentador Mirim, que acontece às 11h, 13h, 14h e 15h, os pequenos poderão experimentar um dia na pele de Silvio Santos – em homenagem à exposição sobre o apresentador que o MIS abre no dia 7 de dezembro. As crianças serão apresentadoras infantis no mini estúdio montado na sala da Oficina, com cenário e luzes especiais. Após serem maquiados, os participantes irão apresentar o pequeno quadro do programa com blazer, gravata, microfone e gel no cabelo no melhor estilo Silvio Santos. Os familiares poderão gravar o vídeo com seus celulares, levando uma incrível lembrança pra casa.
Figurinhas
Desde o ano passado, o MIS criou um espaço fixo de Troca de Figurinhas, para que as crianças (e adultos) possam compartilhar suas coleções e trocar suas figurinhas repetidas, dos mais variados álbuns. Além disso, em cada edição da Maratona há distribuição gratuita de um álbum diferente. A atividade acontece na área externa, das 10h às 16h. Em parceria com a Panini, nesta edição haverá quatro álbuns para distribuição: Cards Princesa, Disney Gogo’s, Naruto Shippuden e Disney English Frozen.
Completando o passeio, uma feirinha gastronômica estará disponível durante todo o dia aos visitantes: Bigorna Food Truck (lanches); My oh My (milk-shake); Mini Gulaz (doces);Pipocas Juquinha; e Fly chips (batatas no palito).
— Release Mis —

O QUÊ? QUANDO?

Maratona Infantil

Domingo, 11 de Dezembro de 2016

  • 10h às 16h
    Ponto para doação de brinquedos – Hall de entrada
  • 10h às 16h
    Espaço para troca de figurinhas – Hall de entrada
  • 10h às 16h
    Oficinas de circo | Com a Cia Estripulias Imagináveis – Tenda área externa
  • 10h às 16h
    Visita guiada + oficina na exposição O tempo de Amyr Klink | Com Núcleo Educativo – Exposição Foyer Térreo
  • 10h30, 12h, 13h30, 15h30
    Oficina Brincando com o Ar | Com Mad Science – Foyer 2º andar
  • 11h, 13h e 15h
    Contação de historia | Com a Cia do Mar – Auditório 2° andar
  • 11h, 13h e 15h
    Espetáculo O Rato que queria voar | Com a Cia Circo Oriri – Palco área externa
  • 11h, 13h, 14h e 15h
    Oficina de apresentador Mirim – Sala de Interfaces
  • 11h, 12h, 14h e 15h
    Oficina Zen Kigs – Yoga e meditação – Sala Educativo
  • 12h e 16h
    Intervenção de Mágicas cômicas | Com Cia Carolipa e Bartô – Área externa
  • 12h e 16h
    Show Badulaque – Auditório MIS


QUANTO?

Grátis


ONDE?

Mis – Museu da Imagem e do Som

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP, Brasil.

As seguintes linhas de ônibus servem à região do museu:
107 T-10 Metrô Tucuruvi – Pinheiros
930P- 10  Term. Pq D. Pedro II – Pinheiros
908T- 10  Term. Pq D. PedroII – Butantã (circular)
7181 -10 Cidade Universitária – Term. Princ. Isabel
Para mais informações sobre trajeto de ônibus consulte o SPTrans pelo telefone 156 ou acesse http://www.sptrans.com.br
O MIS também está próximo das estações Consolação (linha verde) e Faria Lima (linha amarela) do Metrô.

Publicação: Darlene Carvalho

PARABÉNS COM OURO EM SÃO PAULO!

Arte Sacra na Ourivesaria (10)

MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO DESTACA A OURIVESARIA EM CELEBRAÇÃO AO ANIVERSÁRIO DA CAPITAL PAULISTA

Arte Sacra na Ourivesaria (11)

O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS-SP, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, abre a exposição Arte Sacra na Ourivesaria, com curadoria de Jorge Brandãoe Maria Inês Lopes Coutinho. Em comemoração ao aniversário da capital paulista, a mostra traz cerca de 130 peças – entre joias, relíquias, navetas, gomil e jarras, ostensórios, âmbulas, cálices, penas, cruzes, santos óleos e uma instalação de lampadários, além de outros objetos sacros – que traçam uma leitura do acervo do MAS-SP do ponto de vista da produção dessas obras na ourivesaria.

Arte Sacra na Ourivesaria (4) Arte Sacra na Ourivesaria (3)

A propósito do período colonial, a historiografia paulista descreve uma São Paulo pobre diante do esplendor das minas de ouro, em Minas Gerais, da riqueza na Bahia e do apogeu da corte, no Rio de Janeiro. Entretanto, pesquisas e a descoberta e análise de novas fontes apontam que, nesta São Paulo dita pobre, existiam profissionais ourives. “Forma-se então um panorama novo, no qual podemos afirmar que se houveram ourives é porque houve ouro e prata. E a presença destes, certamente indica que na época houve riqueza na sociedade.”, comenta Maria Inês Lopes Coutinho.

Arte Sacra na Ourivesaria (2) Arte Sacra na Ourivesaria (1)

A mostra Arte Sacra na Ourivesaria traz esta produção, dos artesãos de metais nobres que, longe do esmerado acabamento típico das obras europeias, utilizavam aqui na colônia moldes, imprimindo grande criatividade em suas peças e, por que não dizer uma certa genialidade. Como destaques, podemos citar uma cruz peitoral em ouro maciço, esmeraldas, rubis e diamantes, que pertenceu ao Cardeal D. Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti; um anel em ouro lavrado e ametista, que pertenceu ao 2º Arcebispo de São Paulo, Dom José Gaspar de Affonseca e Silva; um Divino Espírito Santo em ouro, prata, turquesas e diamantes, datado do século XIX; um lampadário de prata oferecido por Dom Pedro I à Antiga Sé de São Paulo; um conjunto de coroas em ouro dos séculos XVIII e XIX; entre diversos outros objetos.

Arte Sacra na Ourivesaria (9)

Neste panorama, a mostra nos leva ao reencontro de tradições litúrgicas que no curso dos séculos ocuparam lugar no território paulistano. Itens que, nas palavras de José Carlos Marçal de Barros, diretor executivo do MAS-SP, “prestaram-se no passado às celebrações de batismo, casamento, morte; às comemorações de datas especiais, às coroações e ocasiões de alta significação simbólica e devocional.”. Ao promover a exibição deste rico acervo, o MAS-SP pretende que o espectador releia os simbolismos da vida cristã contidos em cada um desses objetos, os quais carregam em si atribuições sagradas e a verdadeira história de riquezas da São Paulo colonial.

Arte Sacra na Ourivesaria (6) Arte Sacra na Ourivesaria (5) Arte Sacra na Ourivesaria (7)

O QUÊ?

Exposição: Arte Sacra na Ourivesaria

Curadoria: Jorge Brandão e Maria Inês Lopes Coutinho

QUANDO?

25 de janeiro a 8 de março de 2015

Horário: Terça a sexta-feira das 9h às 17h, sábado e domingo das 10h às 18h.

QUANTO?

Ingresso: R$ 6,00 (estudantes pagam meia entrada); Grátis aos sábados.

Isentos: idosos acima de 60 anos, crianças até 7 anos, professores da rede pública (com identificação) e até 4 acompanhantes.

ONDE?

Museu de Arte Sacra de São Paulo

Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo

Tel.: (11) 3326.3336 – agendamento de visitas monitoradas

Colaboração de Zeca / Publicado por Darlene Carvalho

REABERTURA DO MUSEU DA IMIGRAÇÃO DE SÃO PAULO

museu-imigracao-sao-paulo

Notícia maravilhosa! Final de Maio a reabertura do Museu da Imigração do Estado de São Paulo! ♥

Continue reading →

CAIXA CULTURAL – 20 A 25/05/2014

caixacultural

09 DE JULHO – FERIADO EM SÃO PAULO

Nove de Julho, data reservada à lembrança da Revolução Constitucionalista de 1932. Para refrescar a memória, assista o documentário “Bravos Paulistas” que expõe detalhes sobre esse fato histórico para a nossa cidade/estado:




O Quê?

Para saber mais sobre a Revolução Constitucionalista de 1932 em São Paulo: Museus, bibliotecas e seminário (Inscrição aqui!).

Onde? Quando? Quanto?

Memorial 32 – Centro de Estudos José Celestino Bourroul
R. Benjamim Constant, 158 – 4º andar – Sé – São Paulo – SP (mapa)
Telefone: (11) 3104-5050
Funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 17h. (No site está marcado 18h, mas por telefone a bibliotecária Ivone Cavalcante Maciel informou que às 17h inicia-se os preparativos para o fechamento do local, portanto, é melhor não chegar depois das 17h.)
Entrada Franca.

Os próximos dois locais estão com visitas suspensas no momento: a Galeria Jorge Mancini agendará visitas a partir do dia 15/07/2013 e o Museu Maria Soldado agendará visitas a partir de Agosto/2013.

Galeria Jorge Mancini
R. Venceslau Brás, 206 (Saguão) – Sé – São Paulo (mapa)
Telefone: (11) 3293-9581 / (11) 3293-9588 (agende sua visita monitorada!)
Funcionamento: segunda a sexta, das 8h30 às 16h30.
Reinauguração no dia 05/07/2013, evento fechado para convidados.
Data prevista para abertura ao público: 15/07/2013.
Visitas serão possíveis apenas com agendamento por telefone (11) 3293-9581 ou email cultura@afpesp.org.br .
Entrada franca.

Entrada Franca.

Museu do Colégio Santo Ivo / Museu Maria Soldado
R. Duarte da Costa, 1246 – Lapa – SP (mapa)
Telefone: (11) 3837-0566
Email: info@santoivo.com.br
Funcionamento: segunda a sexta, das 07h às 18h.
Entrada Franca, mas não é aberto ao público. As visitas individuais ou em grupo são possíveis com acompanhamento de um professor e agendamento pelo telefone (11) 3837-0566. (Não é possível visitar o Museu Maria Soldado neste mês, pois o professor responsável está em férias. Ligue e agende sua visita em Agosto/2013! informação a Ana do Colégio Santo Ivo.)

• • •

Seminário sobre a Revolução Constitucionalista de 1932
— Inscreva-se aqui!

No site São Paulo Antiga há mais dicas.

Por Darlene Carvalho

GRUPO LIRA D’ORFEO NA FUNDAÇÃO EMA KLABIN

Que tal uma viagem ao repertório musical dos séculos XVIII e XIX e conhecer a sonoridade das modinhas de origem européia e do lundu afro-brasileiro? No próximo sábado, 22/10/2011, às 16h30, o Grupo Lira d’Orfeo apresenta na Fundação Ema Klabin os ritmos da música popular colonial e imperial brasileira, com entrada franca. O espetáculo entitula-se “Lundu de Marruá”, uma corruptela da expressão “Lundu de Mon Roi”, tirado de uma partitura provavelmente composta no Brasil e depositada na Biblioteca Nacional de Lisboa.

Grupo Lira d’Orfeo. Foto: Mário Castello.

Idealizado por Edilson de Lima (guitarra francesa e barroca), o Grupo Lira d’Orfeo é formado por Milton Castelli (viola caipira), Rosemeire Moreira (soprano) e Sarah Abreu (mezzosoprano).  O espetáculo faz parte do Programa Tardes Musicais que nesse semestre dedica-se à sonoridade e à beleza dos  instrumentos antigos. Assista aqui ao grupo interpretando “Xula Carioca”, de Antônio da Silva Leite, século XVIII.

Antes da apresentação musical, a partir das 15h, o público poderá realizar uma visita monitorada ao Museu e conferir o acervo de 1.545 obras oriundas de quatro continentes e diversas civilizações. Entre elas, telas de mestres da pintura como Lasar Segall, Portinari, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Marc Chagall e Frans Post.

O Quê?

Programação: Tardes Musicais – Instrumentos Antigos
Grupo Lira d’Orfeo —  “Lundu de Marruá”

Quando?

Sábado, 22 de Outubro de 2011, às 16h30.
Lotação: 160 lugares.
Visita ao acervo das 15h às 16h30
Acompanhe o evento pelo Facebook.

Quanto?

Entrada Franca.

Onde?

Fundação Ema Klabin
Endereço: Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo – SP.
Telefone: (11) 3062-5245

Colaboração de Cristina Aguilera (assessora de imprensa)