16 ANOS DE ÓDIO SOCIAL

Domingão é dia de ir pro centro de São Paulo participar do festival de bandas que comemoram os 16 anos da banda Ódio Social. Acontece no Centro Cultural Zapata a partir das 16h. Paga só R$ 10 pra entrar no evento.

Festa com apresentação de várias bandas de rock, punk, metal e hardcore:

Obs: Pode haver mudanças na ordem das bandas sem aviso prévio.

yekun


O QUÊ?

16 Anos de Ódio Social — Festival de bandas


QUANDO?

Domingo, 21/08/2016, às 16h.

Evento no Facebook: www.fb.com/events/302725846743012/


QUANTO?

R$ 10


ONDE?

Centro Cultural Zapata

Rua Riachuelo, 328, Centro de São Paulo, SP, Brasil.


 

Publicado por Darlene Carvalho

MOSTRA PERMANENTE DE CINEMA ITALIANO NA BELA VISTA

No dia que fui apreciar o espetáculo sensacional do Teatro da Vertigem, peguei esse informativo da Mostra Permanente de Cinema Italiano que acontece desde Maio/2016 na Bela Vista. Você sabia? Programação excelente para as nossas segundas-feiras. ♥

Escaneei a revistinha da programação pra você.

mostra-de-cinema-italiano.jpg

Segue a apresentação da mostra, conceito, programação e detalhes sobre os diretores incluídos em 2016. Aproveite, é de graça. ♥

imagem0002.jpg

imagem0003.jpg

imagem0004.jpg

O Cine-Teatro Denoy de Oliveira fica na R. Rui Barbosa, 323, Bela Vista, São Paulo, SP, Brasil.

Abraços. Nos vemos lá numa segunda! o/


Publicação de Darlene Carvalho

TEATRO DA VERTIGEM ATÉ DOMINGO

Petrobrás apresenta

teatro-da-vertigem-estudo-sobre-o-masculino-5

Teatro da Vertigem | Residências Artísticas

Estudo sobre o masculino: primeiro movimento

teatro-da-vertigem-estudo-sobre-o-masculino-6

Desde Julho, o Teatro da Vertigem está apresentando residências artísticas na sede do Teatro da Vertigem em São Paulo (Rua Treze de Maio, 240, Bela Vista) recebe, com direção de Antonio Duran, o espetáculo Estudo sobre o masculino: primeiro movimento, resultado do programa de residência artística do Teatro da Vertigem em que outros integrantes do grupo dirigem seus próprios trabalhos. Esse projeto conta com o patrocínio da Petrobrás, em uma parceria que dura mais de uma década.

teatro-da-vertigem-estudo-sobre-o-masculino-2

Dramaturgista dos últimos trabalhos do grupo, Duran propõe nessa encenação a investigação de um recorte do universo masculino: homens nascidos entre os anos 60 e 70, do século XX. Estudo sobre o masculino: primeiro movimento procura interrogar até que ponto esses homens urbanos de meia idade, diante ao envelhecimento, estariam abertos a repensar sua condição, sobretudo, frente aos seus afetos.

teatro-da-vertigem-estudo-sobre-o-masculino

A montagem explora a exposição de quatro homens de uma mesma geração frente a suas relações com os outros, com seus corpos e consigo mesmos, ao mesmo tempo em que transitam, em linha tênue, entre duas realidades: como atores de uma ficção e personagens de suas próprias vidas. Esse trabalho cênico é uma aproximação a isso tudo: um “primeiro movimento”.

teatro-da-vertigem-estudo-sobre-o-masculino-3

A proposta foi desenvolvida no período de quatro meses, levantando-se materiais cênicos e dramatúrgicos a partir das vivências dos atores e de suas experiências, em um processo colaborativo com áreas de criação: iluminação, sonoplastia, cenografia, figurino, vídeo, dramaturgia e direção.

Sinopse
Espetáculo “Estudo sobre o masculino: Primeiro movimento”

Quatro homens de meia idade, nascidos entre os 60 e 70 do século XX, transitam, em linha tênue, entre duas realidades: como atores de uma ficção e personagens de suas próprias vidas. Expostos em situações em que se deparam na relação com seus corpos, com os outros e consigo mesmos.

Ficha Técnica | Texto: Antonio Duran e Bruna Menezes | Assistente de direção: Rita Miranda | Atores: Douglas Simon, Fernando Pernambuco, Fernando Oliveira, Ricardo Socalschi. | Dramaturgismo: Bruna Menezes | Desenho de Luz: Danielle Meireles e Felipe Tchaça | Operação de luz: Felipe Tchaça | Cenografia e Figurino: Isabella Neves e Beatriz Oliveira | Vídeo: Michelle Bezerra e Letícia Hayashi | Operação de vídeo: Letícia Hayashi e Michelle Bezerra | Trilha Sonora: Lutz Gallmeister | Assistente de som e operação: Paulo Akio | Preparação viewpoints: Marcella Vicentini e Clarissa Moser | Preparação coreográfica: Tata Gouvea | Registro em vídeo: Andréia Teixeira e Fernando Lima | Criação gráfica: Natasha Karasek | Assistente de produção: Leonardo Monteiro | Concepção e direção: Antonio Duran

O QUÊ?

Espetáculo “Estudo sobre o masculino: primeiro movimento”

Duração: 90 min. Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 16 anos.

QUANDO?

Até 07 de Agosto de 2016. De quinta a sábado, às 21h. Domingos, às 20h.

QUANTO?

Ingressos: Entrada franca – Lotação: 30 lugares

ONDE?

Sede Teatro da Vertigem

Rua Treze de Maio, 240 – Bela Vista, São Paulo – SP. Telefone:(11) 3255-2713.


Publicado por Darlene Carvalho

AULAS DE DANÇA CONTEMPORÂNEA

Curso de Dança Contemporânea com João Andreazzi no Espaço Cênico O LUGAR.

danca-contemporanea-aulas

O curso começa no dia 09 de Agosto de 2016 e disponibiliza 20 vagas para intérpretes e estudantes de dança (nível iniciante e intermediário). Acontecerá às terças, das 20h às 22h15.

Mais Informações via site e telefones: 11 32373224 ou 992314457 (horário de atendimento: das 14h às 20h).

Endereço do curso: Rua Augusta, 325 , Consolação, São Paulo, SP.


 

Publicado por Darlene Carvalho

O ESPECULADOR DE OLHOS INVISÍVEIS DE CARNE EM JULHO E AGOSTO

A partir do dia 22 de Julho começa a nova temporada do espetáculo ‘O especulador de olhos invisíveis de carne” com a Cia. Corpos Nômades no Espaço Cênico O Lugar, ali na Rua Augusta.

o-especulador-de-olhos-invisiveis-de-carne

Para mais informações sobre o espetáculo, clique aqui. =)


O QUÊ?

O Especulador de Olhos Invisíveis de Carne


QUANDO?

22/07 a 28/08/2016.

Sextas e sábados: 21h.

Domingos: 20h.


QUANTO?

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Reservas e informações: 11 32373224 / ciacorposnomades@gmail.com


ONDE?

Rua Augusta, 325, Consolação, São Paulo, SP.

Convênio com estacionamento na Rua Augusta, 108.

 


Publicado por Darlene Carvalho

CORO LÍRICO FAZ APRESENTAÇÕES GRATUITAS NA PRAÇA DAS ARTES

CORO LÍRICO MUNICIPAL APRESENTA FESTIVAL GRATUITO COM OBRAS DE DONIZETTI

Com regência do maestro Bruno Greco Facio, as apresentações acontecem nos dias 09 e 10 de junho, às 18h, na marquise da Praça das Artes

1511_Bruno_Faccio_Foto38_Heloisa_Ballarini.jpg

Nos dias 09 e 10 de maio, às 18h, o Coro Lírico Municipal apresenta o Festival Donizetti na Praça das Artes. Sob a regência do maestro Bruno Greco Facio, o grupo apresenta as mais célebres árias e corais de fases distintas da vida do compositor italiano Gaetano Donizetti (1797 – 1848). O Festival traça um panorama da obra do compositor apresentando canções, árias e conjuntos de óperas do compositor que é considerado um dos maiores nomes do Romantismo e que transitou com igual desenvoltura pelo drama e pela comédia.

Autor de mais de setenta óperas, Gaetano Donizetti é, ao lado de Rossini e Bellini, um dos expoentes do bel canto. São célebres e inconfundíveis suas páginas repletas de virtuosismo e portadoras de melodias memoráveis.

“Apresentaremos trechos dos três títulos que com mais frequência são representados. Da carga dramática, ricamente explorada, em “Lucia” ao bufo “Don Paquale”, passando pelo melodramma giocoso do “Elisir”, o programa evidencia a profunda evolução que Donizetti promoveu no ‘bel canto’ abrindo caminhos para as mudanças estéticas que se estabeleceriam na segunda metade do século XIX”, destaca o maestro Facio.

coro-lirico.jpg

CORO LÍRICO MUNICIPAL DE SÃO PAULO

Formado por cantores que se apresentam regularmente como solistas nos principais teatros do país, o Coro Lírico Municipal de São Paulo atua nas montagens de óperas das temporadas do Theatro Municipal, em concertos com a Orquestra Sinfônica Municipal, com o Balé da Cidade e em apresentações próprias. Desde 2013 sob o comando de Bruno Greco Facio, o grupo passou por um aprimoramento técnico e vocal e hoje conta com mais de 80 integrantes, prontos a interpretar diferentes papeis, em óperas cantadas em idiomas como o italiano, alemão, francês, russo e espanhol, como acontece na última temporada. O Coro Lírico foi criado em 1939 e teve, como primeiro diretor, o maestro Fidélio Finzi, que preparou o grupo para a estreia em Turandot, em 13 de junho de 1939. Em 1947, Sisto Mechetti assumiu o posto de maestro titular e, somente em 1951, o coro foi oficializado, sendo dirigido posteriormente por Tullio Serafin, Olivero De Fabritis, Eleazar de Carvalho, Armando Belardi, Francisco Mignone, Heitor Villa-Lobos, Roberto Schnorrenberg, Marcello Mechetti, Fábio Mechetti e Mário Zaccaro. O Coro Lírico Municipal recebeu os prêmios de Melhor Conjunto Coral de 1996, pela APCA, e o Carlos Gomes 1997 na categoria Ópera.

As apresentações acontecem na marquise da Praça das Artes e são todas gratuitas.


O QUÊ?

Festival Donizetti – Arias e Coros

Coro Lírico Municipal de São Paulo | Bruno Greco Facio – Regência

  • Programação sujeita a alterações.

Duração: aproximadamente 60 minutos. Classificação etária: livre.

QUANDO?

9/6,  quinta, 18h.

10/6, sexta, 18h.

QUANTO?

Entrada Franca.

ONDE?

Praça das Artes

Av. São João, 281- São Paulo [Próximo às estações Anhangabaú e São Bento do Metrô]


 

Colaboração de Amanda Sena | Publicação de Darlene Carvalho